A Bíblia toda, o ano todo

Publicado: janeiro 6, 2010 em Uncategorized

Depois de me encantar com ” Maravilhosa Bíblia “, de Eugene Peterson ( “Eat this book ” )  e da maravilhosa matéria de Isabela Boscov, Veja ( 23-12-2010 ) , comecei uma jornada de 52 Semanas de Leitura Bíblica Diária. Em geral, 3 a 5 capítulos por dia. Nietzche, aquele niilista provocatante uma vez profetizou que o Jornal substituiria a Bíblia no café matinal do peuqeno-burguês. Bem, muito mais do que uma resposta à esse vaticínio ( as redes sociais devem estar fazendo isso ) , resolvi ler toda a Bíblia com minha família e comunidade durante esse ano por desejo, vontade, convicção do lugar da Palavra de Deus na minha vida. A Palavra por trás das minhas palavras.

Alguns capítulos por dia. Um caderno na outra mão. Fome de Deus.

Mas escolho um ou dois versos que me tocam e faço uma Lectio Divina ( Em linhas muitos gerais ,  Leitura, Meditação,Oração e Contemplação . Um excelente ponto de partida para o exercício monástico da Lectio Divina é “Metitatio “, de Osmar Ludovico e  o citado ” Maravilhosa Bíblia ” de Eugene Peterson.

Quem quer vir comigo?

Um dos frutos desse tempo diário está aqui, meditações breves e orações autênticas.

PRIMEIRA SEMANA

Domingo, 04 de Janeiro de 2010.

Coraçãomente

“ Deus , a quem sirvo de todo coração pregando o evengelho de seu filho é minha testemunha de como sempre me lembro de vocês em minhas orações .” Romanos 1.9

( Leia Romanos 1-2 )

Paulo é mesmo surpreendente. Uma mente excepcional, um homem realmente culto, articulado, orador poderoso, pena vigorosa, viajado: há quem diga- não que eu concorde – que o que praticamos não se trata de cristianismo mas paulinismo, tamanha a influência do Apóstolo. No entanto, ao ler suas epístolas com olhos cuidadosos, de vez em quando eu me vejo muito mais tocado pela exposição dos afetos de Paulo do que por seu vibrante e criativo pensamento teológico. “Eu sempre me lembro de vocês “. A palavra em português para esse sentimento, saudade, é única. A mais bela do nosso idioma. Paulo usou “epipotheō“, algo como anseio profundo, desejo intenso. É coisa do coração. Paulo não foi apenas uma mente e tanto, mas um coração largo e generoso. Gente assim muda o mundo. Gente que vive, como dizia Guimarães Rosa no seu advérbio único e maravilhoso, coraçãomente.

ORAÇÃO:  Deus de amor, que eu não viva tão somente a partir das minhas convicções intelectuais , filosóficas e teológicas. Muito mais que isso: que eu viva a partir das verdades do meu coração, onde não me engano, não me iludo, não me conheço além do que eu sou – um pecador entre pecadores dependentes da tua Graça. Amém.

Segunda, 05 de Janeiro de 2010.

Deus é um verbo

“ No princípio, Deus criou (…), Disse Deus (…), Deus chamou (…) e Deus viu que ficou bom (…) ; Então disse Deus: ‘ Façamos o homem à nossa imagem , conforme a nossa semelhança (…) Deus os abençoou “.

( Leia Gênesis 1-3 )

Não consigo me lembrar onde li a frase “ Deus é um verbo “. Não importa. É verdadeira. No começo dos começos, antes do tempo e do espaço, mais do que toda e qualquer especulação humana é capaz de discernir, o Verbo Divino. É João, você disse tudo: “No princípio era o Verbo e o Verbo era Deus ( Jo 1.1 ) Deus agiu. Deus fez. Deus criou. Deus falou. Deus age. Deus faz. Deus cria. Deus fala. Deus agirá. Deus fará. Deus criará. Deus falará. Deus é Deus. Deus, o Filho, é o Verbo e um verbo – verbo de ligação. Ele me relaciona com o Pai, comigo mesmo, com os outros, meus irmãos. Ao pensar nisso, conjugo o verbo adorar. E o verbo silenciar. Como dizia Agostinho, “ a única resposta adequada é a doxologia “. Deus é Deus.

ORAÇÃO: Deus Triúno da Graça, Pai, Filho e Espírito, meu coração se deleita na contemplação do mistério – tu ages no tempo e no espaço, e o fazes por amor, muito, estranho, singular amor. A minha resposta e comovida reação é dizer aleluia, aleluia, aleluia. Por causa de Jesus, amém.

Terça, 06 de Janeiro de 2010.

Que significam essas pedras ?

“ Elas serviram de sinal para vocês. No futuro, quando os seus filhos lhes perguntarem ‘ Que significam essas pedras ? ‘ , respondam (…) “. Josué 4. 6,7

( Leia Josué 1-5 )

Josué é um livro de histórias. Na Bíblia hebraica, apesar de incluir-se nos chamados “profetas anteriores” ( ao lado de Juízes, Samuel e Reis ), é notadamente narrativa, a história da conquista da terra que Deus prometera aos filhos de Israel. Em Josué, acontece afinal o assentamento no além-do-Jordão. Conquista? Assentamento? Isso quer dizer Guerra. Sempre. É um povo da Idade do Bronze lutando com ferro e fogo para desalojar outros povo, ocupar e possuir seu chão. É perturbador pensar em Deus autorizando ou mesmo ordenando o genocídio. Mas não se trata de uma luta humana . “ Você é por nós ou pó nossos inimigos?”, pergunta Josué a um homem-anjo. “ Nem uma coisa nem outra. Venho na qualidade de comandante do Exército do Senhor”, responde o enviado celestial. O povo deveria olhar para as doze pedras retiradas por um representante de cada uma das doze tribos como um memorial – participamos da luta de Deus . Como é fácil achar que Deus está lutando as nossas lutas. Fazer isso é cair num outro paganismo. Deus não é uma outra divindade, mas poderosa. Deus é Senhor. Primeiro e último.

Senhor Deus, perdoe-me por achar que tu deves lutar minhas batalhas. Batalhas humanas quase sempre são egoístas, inúteis, vãs. Que lutas devo lutar ao teu lado? Que guerras são dignas de serem guerreadas , ainda que simbólicas , mesmo que o único sangue derramado seja o meu, no altar da verdade, no sacrifício da honra e da vida que vale a pena ?

Quarta, 07 de Janeiro de 2010.

Felicidade

“ Como é feliz aquele que não segue o conselho dos ímpios; Como são felizes todos os que nele se refugiam”. Salmos 1.1, 2.12

( Leia Salmos 1-2 )

A porta do Salteiro, o hinário e o “ livro de oração comum “ de Israel ( e da igreja, eu diria ) é aberto com ‘esher , a expressão traduzida “ Como é/são felizes “ . Mas a idéia hebraica é bem mais abrangente do que os conceitos gregos de Eudaimonia , harmonia e prazer, relacionados à felicidade. Para o Salmista, ser realmente feliz, esher, é relacionar-se com Deus . Não se trata de um truque psicológio ou da mera fruição de um pôr-do-sol, de um jantar com quem se ama, de uma tarde com amigos. Tudo legítimo e correto. Mas sentimental. O que esher comunica é espiritual. Não é felicidade de fora pra Oraçãodentro e é mais do que de dentro pra fora: esher é de cima para dentro. Quando o céu se abre e Deus fala, esher ! Como são felizes os que sabem disso e praticam !

ORAÇÃO: Pai querido, Pai do céu, não me deixes só, eu e os meus afazeres de homem feito: a correria da sobrevivência, o mundo da tecnologia, a armadilha do invididualismo. Eu preciso da tua companhia, teu conselho. Eu quero me esconder, me aconchegar, me aquietar no aperto do teu abraço, junto às batidas do teu bondoso coração. Eu me sinto à vontade por causa de Jesus! Amém.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s