Ruina

Publicado: outubro 9, 2009 em Uncategorized

Acordei cedo hoje. Naquele momento estranhamente lúcido entre o ainda dormir e o já acordar, comecei a passar a semana a limpo, minha semana pastoral. As tarefas que realizei ( ou desisti ou adiei ) , as pessoas que encontrei ( ou não conseguir ver ou não puder ouvir ), o acampamento do fim de semana – e toda a adrenalina liberada no processo de planejamento e preparação ainda corre nas veias – tudo isso em 20 minutos piscando na tela da minha cabeça. Pensamentos produzem sentimentos. Me vi triste. Pensei na minha frustração em não ter podido servir mais e melhor meus amigos da Comunidade, gente que precisa de pastoreio e orientação espiritual, gente em perigo e à perigo, gente de Deus , minha gente. Falsa culpa? Tentação messiânica? Comecei a orar, ainda deitado. Foi uma breve prece: “Espírito Santo, sem sua ajuda não posso ajudar ninguém. A melhor coisa que posso fazer pelas pessoas é cuidar de mim. Ajuda-me, Espírito de Cristo a manter-me são, puro, coerente, digno, ajuda-me a ser gente, ajuda-me a ser pastor . Não posso resolver os problemas das pessoas, mas posso levá-las a Cristo. Mais do que falar de Cristo, ouvir… em Cristo ! “

Ao fazer esse oração simples, ato contínuo, peguei a Bíblia no criado-mudo. Todos ainda dormiam. Silêncio gostoso e convidativo. O texto da Lectio Divina para hoje é Lucas 14.11-23. Li com fome. Comi o texto, soboreando especialmente o verso 17 , quando Jesus afirma que ” Todo reino dividido contra si mesmo será arruinado, e uma casa dividida contra si mesmoa cairá “. Que verdade contundente ! Jesus, como sempre, descreve a vida em termos muito lúcidos. Li essa semana em “O Jesus psicoterapeuta”, de Hanna Wolf, terapeuta junguiana e teóloga católica italiana, que ” Jesus conhecia muito bem os mecanismos construtivos e destrutivos da psiquê e dos relacionamentos humanos”. Ou seja, ele não teorizava a nosso respeito, ele nos descrevia. E curava.

Divisão. O pecado nos divide, nos separa – intra e inter-pessoalmente. Somos cada vez mais individualistas. “Farinha pouca, meu pirão primeiro. Você pra mim é problema seu. Me inclua fora dessa. ” Cada vez mais me dou conta do quanto as escolhas que fazemos nesse nosso modo de viver pós-moderno nos torna pessoas em-si-mesmadas, egoístas, incapazes de abrir mão da sua agenda egoísta. O casamento , por exemplo, não aguenta. Não há intersecção , convergência de projetos de vida, ninguém cede, ninguém abre mão. Cada vez mais,  0 casamento se revela um reino dividido. Dois senhores, duas soberanias, duas vontades. ” Todo reino dividido contra si mesmo será arruinado, e uma casa dividida contra si mesmo cairá “.

Que Deus nos ajude a desmontar essa armadilha que na nossa, perdoem-me,  ganância consumista ( um carro melhor, uma casa melhor, mais segurança quanto ao futuro, mais conforto, mais estabilidadade – ? – mais status, mais , mais, mais … ) estamos montando para nós mesmos.  O casamentos assim, cada um na sua – e os filhos da de ninguém – é uma casa dividida. Cair é uma questão de tempo. A ruina é inevitável. Infelizmente. A não ser que as palavras de Jesus sejam ouvidas, acolhidas, vividas.

( a propósito, preciso parar. A Cinha precisa de mim. O caçula acordou. Ela vai levar o maior pra escola. Ou seja, eu depois, o outro agora. Casamento).

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s