Sábado

Publicado: setembro 7, 2009 em Uncategorized

” O que é permitido fazer no sábado: o bem ou o mal, salvar a vida ou destruí-la? “

Lucas 6.9

Jesus é maior, muito maior que a religião. Tanto a Judaica ( a sua ) quanto a Cristã ( nós, seus seguidores ). Do que todas as religiões, na verdade. A Religião tem um lado nefasto: em geral torna-sem um fim em si mesma. O verdadeiro deus da religião é a própria, suas regras, seus ritos, suas absolutizações neuróticas e equivocadas.

Por exemplo, o Sábado.Uma idéia fantástica de Deus: um dia de descanso. Aliás, sábado ( (שבת, transliterado como shabāt) ) quer dizer isso, literalmente.

Mas a mente adoecida dos fariseus transforma descanso em descaso.

A fome dos discípulos , que colhem e comem algumas espigas ( Lc 6.1  ) ou a mão resseguida, morta, aleijada de um pobre miserável ( Lc 6.6 ) tornam-se muitíssimo menos importante do que o rigor literalista/legalista da religião.

Jesus acerta novamente. Seu argumento é arrasador. O raciocínio que ele emprega vai direto ao mesmo ponto : a religião pode ser instrumento de Bondade ou de Maldade. De Salvação, no sentido de Lc 6.9 ( ” slavar a vida destruí-la ) ou de Morte.

A escolha, nem sempre tão óbvia mas praticamente cotidiana estará inevitavelmente diante de nós. Jesus é outra coisa. Jesus é maior que o Cristianismo e a Cristandade ( Kiekegaard )

The New Atheists @ Creepy Library
Image by ~C4Chaos via Flickr

P.S.: O que têm em comum Rubem Alves ( um grande escritor ) e Richard Dawkins, Sam Harris e Christopher Hitchens ( escritores mediocres )  –  e estou lendo todos, generosamente – ? Seu ataque à Religião. Bobagem, meus caros ! Jesus é maior que a Religião.

ORAÇÃO: Deus querido, Jesus Amado, que pena sermos tão rídicularmaente corrompidos como seres humanos. Que pena sermos tão religiosos e tão insensíveis – ou sermos tão anti-religiosos e igualmente insensatos! Que eu faça o bem e salve vidas – até mesmo quando a Religião for contra! Amém.

Reblog this post [with Zemanta]
Anúncios
comentários
  1. Evandro disse:

    GB, pena mesmo que o mundo nos veja como alienados religiosos, é triste eu ter q perder tanto tempo explicando que minha fé nada tem a ver com o que assistem ou ouvem por aí, mts vezes desisto dos argumentos e apenas levo a vida, quem sabe naoe o melhor.
    Mas triste mesmo é saber que nós crentes, evangélicos, nós a igreja, contribuímos com tudo isso, com toda essa mediocridade que estamos. Se estamos assim a culpa é nossa que pensamos sempre em lotar igrejas, em seguir rituais dominicais, em achar que fé é a poderosa maneira de movermos a mão de Deus.
    Achei este post corretissimo, é td que eu penso sobre ser cristao. Tento e me esforço ao máximo p fugir da religiao, tento ser filosofo como Platão seguindo meu socrates, Jesus o Cristo.

    • nordestinamente disse:

      É, querido:precisamos agir e falar, nessa ordem. Agir, por um cristianismo mesnos ( ou nada, eu sei que é difícil , mas fica o sonho, a digna utopia ) religioso e falar em todos os canais e meios possíveis quem verdadeiramente é Jesus e quem verdadeiramente somos nós !

      Forte abraço, nEle,

      Gerson

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s